0

Dez factos aleatórios sobre mim

Faz hoje três anos que coloquei online O Copinho de Leite, onde escrevo 99% das vezes sobre alergia alimentar. Ainda que por vezes não pareça, existe muita vida para além da gestão diária desta condição clínica do meu filho. Como tal, hoje partilho dez factos, completamente aleatórios, sobre mim: 1 – Sou tímida a um…
Ler mais »

2

Dois anos de blogue

O blogue fez dois anos e ainda não tinha tido tempo de vir aqui fazer algumas reflexões. Apesar das intermitências deste espaço de partilha, causadas pela loucura que é a minha vida, o maravilhoso feedback que recebo todos os dias diz-me que estou no caminho certo. O Pedro vai fazer cinco anos em Novembro e…
Ler mais »

0

Os conteúdos mais populares de 2015 foram…

1.º A entrevista à querida Sara Soares

2.º Onde está o cálcio?

3.º A receita dos Cachitos

4.º Dez tipos de mães de crianças com alergias alimentares

5.º A nossa história

 

0

Vou Nascer

VouNascerO Vou Nascer desafiou-me a escrever um pequeno artigo sobre alergia e intolerância alimentar, o qual já pode ser lido aqui.

Este é um projecto criado por profissionais de saúde, que trabalham na área da Obstetrícia e Pediatria, que surgiu com o objectivo de preparar e apoiar os casais, de uma forma inovadora, individualizada e centrada nas suas expectativas, desejos e ideais para a realidade da gravidez, parto e pós-parto.

Os serviços do Vou Nascer incluem: Acompanhamento na Gravidez e Pós-Parto, Apoio na Amamentação ao Domicilio, Apoio de Enfermagem ao Domicilio, Cinesiterapia Respiratória Infantil ao Domicílio, Consulta de Fisioterapia ao Domicilio, Massagem de Drenagem Linfática ao Domicílio, Babysitting com enfermeira, entre muitos outros.

Por um acaso feliz do destino, o pequeno Copinho de Leite nasceu no hospital onde, na altura, trabalhava a Enfermeira Susana Carvalho de Oliveira e, digo-vos, o trabalho dela foi um verdadeiro bálsamo para esta mãe refém das suas hormonas.

É, pois, com grande alegria que o Copinho de Leite acolhe o Vou Nascer como seu novo parceiro!


 

0

O Copinho de Leite faz um ano

Setembro, mais do que Janeiro, sempre representou para mim o início do verdadeiro “ano novo”.

Como tal, faz hoje um ano que criei, oficialmente, este blogue. Em rigor, aproveitei o facto de a 31 de Agosto se assinalar o Dia do Blogue e não resisti a divulgá-lo ainda no final desse dia. Desde logo, fiquei absolutamente siderada pelo fantástico feedback que tive e pelo número de seguidores que não pára de aumentar – quer do próprio blogue quer das redes sociais associadas a ele.

Ao longo deste ano estabeleci parcerias muito importantes, como foi o caso da Up to Lisbon Kids, do Barrigas de Amor e da Revista Activa, que me permitiram levar ainda mais além o tema das alergias alimentares em geral e da alergia à proteína do leite de vaca em particular.

Foi, também, no decorrer deste ano que fui nomeada vice-presidente da Alimenta – Associação Portuguesa de Alergias e Intolerâncias Alimentares, no seio da qual, e em conjunto com um grupo de pessoas extraordinárias, trabalho diariamente em prol desta causa.

Em 2014, também recebi a boa notícia que a alergia às proteínas do leite de vaca do Pedro começou a baixar um pouco, apesar de ainda se manter elevada. Diz-nos a imunoalergologista que a descida da caseína (uma das proteínas) é um bom indicador! 🙂

Este é um balanço francamente positivo! Creio que o único senão é mesmo a escassez do meu tempo, que faz com que tenha de estar em permanente estado de contra-relógio. Mas já diz o ditado: quem corre por gosto não cansa. E esta é, acreditem, uma verdadeira prova de fundo!

1st-birthday-cupcake-clip-art-358519

0

Começar pelo princípio

Na última semana realizei uma série de ajustes técnicos no blogue que, por momentos, me fizeram recear ter perdido a prosa de um ano (não se perderia grande coisa, dirão alguns!). Felizmente, consegui recuperar praticamente tudo (sozinha!) e ficaram concluídas algumas tarefas de cariz técnico-burocrático, nomeadamente, a transferência do domínio para uma nova empresa.

No meio deste afã, publiquei na Up to Lisbon Kids a “Carta aberta às mães de crianças sem alergias alimentares”. que teve uma repercussão incrível. Quase simultaneamente, anunciei a parceria com o projecto Barrigas de Amor e com a Revista Activa. Por estes três motivos, foram muitas as pessoas que chegaram pela primeira vez ao Copinho de Leite e é a elas que quero dar as boas-vindas. Começar pelo princípio! 🙂

“Começar pelo princípio” é, também, a abordagem mais indicada nos casos de suspeita de alergia ou intolerância alimentar, sendo que o “princípio” é, nada mais, nada menos, que o diagnóstico. E de que modo se diagnostica uma alergia ou uma intolerância alimentar? Este é o mote da próxima “Conversa Alimenta”, uma iniciativa da Associação Portuguesa de Alergias e Intolerâncias Alimentares, que decorrerá já no próximo sábado, em Lisboa.

É gratuito!

ConversasAlimenta30

0

Uma espécie de balanço

Em 2014, uma pessoa sábia perguntou-me se eu sabia qual era a diferença entre as 05h30 e as 06h30 da manhã. Eu não sabia, mas fui logo elucidada: tanto às 05h30 como às 6h30, não vemos mais do que a escuridão, todavia, quando são 06h30 o dia já não tardará muito a nascer e, consequentemente, a trazer consigo a claridade.

Serve esta bela metáfora para dizer que este ano equivaleu, de certo modo, às minhas 06h30. Para isso, também contribuiu a criação deste blogue, que me fez voltar a escrever mais do que meras listas de compras ou as horas a que dei o Benuron ao miúdo. Para quem já viveu da escrita, percebe-se porque é que nunca auferi grandes ordenados, não é? 😉

Obrigada a todos os que passam por aqui  e que, em 2015 ( e sempre), sejam tudo o que desejam!

 

halfway (3)

0

A mãe Copinho de Leite é que sabe

O Copinho de Leite foi o eleito para estrear a rúbrica “Blogger da Semana“, do blogue mais fixe (ainda alguém usa o termo “fixe”, ou sou só eu?) do momento. Falo do “A Mãe é que Sabe”, como não podia deixar de ser.

Lá, poderão encontrar uma entrevista bem jeitosa a esta que vos tecla, também conhecida por Mãe Copinho de Leite. Só ficou mesmo a faltar a pergunta: “O que dizem os teus olhos?”. 🙂

Muito obrigada! Sou vossa fã!

Aos que chegaram aqui, vindos de lá, sejam bem-vindos!

Entrevista