0

Dez tipos de mães de crianças com alergia alimentar… nos grupos do Facebook

Em 2015, escrevi um post sobre os dez tipos de mães de crianças com alergia alimentar. Três anos depois resolvi voltar a este tema, que me é tão caro, e discorrer sobre os dez tipos de mães de crianças com alergia alimentar, nos grupos do Facebook.

Lavoisier

Para esta mãe, nas redes sociais nada se cria, nada se perde, tudo se transforma. É vê-la criar grupos temáticos no Facebook alimentados, única e exclusivamente, por conteúdos produzidos por terceiros. It’s a piece of a cake!

Caps Lockiana

Há alguém que lhe explique onde se desliga o raio do Caps Lock ou que usá-lo assim é como se estivesse a gritar? ANAFILAXIA! ALERGIA! RISCO DE VIDA! ADRENALINA. Áááá. Hum, ninguém?

Viral

Esta mãe está para os grupos do Facebook, como o Influenza para uma sala de espera de um hospital, no pico da gripe. Dissemina os seus posts em tudo quanto é sítio. Naqueles dias mais inspirados nem o placard de avisos do condomínio do prédio lhe escapa ou a porta do WC, da área de serviço de Aveiras de Cima.

Sassá Mutema

É a salvadora da pátria por excelência. Tem grandes planos para o seu bairro, para a comunidade alérgica e, quiçá, para o mundo… o problema é que não conhece nenhum dos três tão bem como isso.

Forasteira

Da forasteira sabemos pouco, apenas que está nestes grupos com uma “agenda” qualquer, a maior parte das vezes de índole comercial/promocional. Por vezes, salta a pés juntos para dentro de alguns posts, a dizer barbaridades, mas não o faz muitas vezes porque caem-lhe todas em cima. Go mums!

Abnegada

É aquela que cheia de entusiasmo partilha, por exemplo, a foto de umas novas bolachas sem leite, sem ovos e sem trigo, o rótulo destas e a confirmação da marca, por escrito, que a linha de produção é benzida e higienizada 10 vezes ao dia.

DiY

Uma partilha de uma mãe abnegada dá sempre o mote para a intervenção de uma mãe Do it Yourself (DiY).

O quê? Já viu a quantidade de açúcar, corantes e conservantes que essas bolachas, que acaba de partilhar, têm? Eu cultivo os meus próprios cereais, colho-os, torro-os, moo-os e envolvo-os nos mais exclusivos ingredientes, para dar origem a umas não menos exclusivas e muitooo mais saudáveis bolachas”.

Sibila

Quando os posts já vão longos há sempre uma sibila que chega para esclarecer dúvidas e apaziguar espíritos inquietos… por mensagem privada (MP). Atenção MI6, NSA, SIS, KGB, Inspector Gadget. Esta mãe sabe “cenas”.

“Mama”

A “mama” é uma mamã que algures no processo de evolução perdeu a capacidade de colocar acentos nas palavras.  Darwin explica isto muito bem.

Attenborough

A mãe Attenborough é uma estudiosa destes fenómenos sociais. Está em todos os grupos dedicados ao tema das alergias alimentares, mas raras vezes se envolve. Tudo em prol do distanciamento que a análise social requer, obviamente.

 

0

Tempo de antena

No âmbito da Maratona da Saúde, estive na Antena 1 a dar o meu testemunho enquanto mãe de uma criança alérgica às proteínas do leite de vaca. A entrevista pode ser ouvida aqui:

0

#boycottpeterrabbit

Caberia na cabeça de alguém, num filme destinado a crianças, retratar um comportamento que poderia colocar em risco a vida de alguém, em virtude da sua condição de saúde? Para os guionistas do filme de animação “Peter Rabbit” (em português Pedrito Coelho), sim e tem muita graça. Um grupo de coelhos, ciente da alergia alimentar…
Ler mais »

0

Janeiro

No ano passado não escrevi muito aqui no blogue, não só pela desculpa do costume – a falta de tempo – mas também porque senti, claramente, que entrei numa nova fase da gestão da alergia alimentar do Pedro, sobre a qual não me apeteceu muito falar. Acho que já tinha expressado isto: o mais fácil…
Ler mais »

0

O Copinho de Leite na TV

No final de 2017 fui ao programa “Agora Nós”, da RTP1, na minha qualidade de vice-presidente da Alimenta – Associação Portuguesa de Alergias e Intolerâncias Alimentares e, também, de mãe de uma criança com alergia alimentar e blogger. Fiz “parelha” com a Ana Lúcia Silva que, para além de parecer da realeza sueca, também é vice-presidente da Alimenta e nutricionista. 🙂

No final da nossa intervenção ainda é possível ouvir o testemunho da Sara Soares que, em 2014, já nos tinha contado a sua caminhada (bem como a da sua mãe) aqui. 

Programa disponível em: http://media.rtp.pt/agoranos/artigos/alergias-intolerancias-alimentares

PS – Agora vou correr à volta do bairro e beber sumos detox como se não houvesse amanhã, para ver se a minha próxima aparição televisiva não será a apresentar o Preço Certo! Espectáááááculo….

 

2

Copinho de Leite com Alecrim

O tempo frio e chuvoso convida a programas caseiros e, como tal, aceitei o convite da mãe Alecrim para lanchar e falar sobre como é o nosso Natal. Não deixem de ler e saber mais sobre o projecto Alecrim, que transborda profissionalismo e “boa-onda”.

Hoje Veio cá lanchar – edição Natal | Mãe Copinho de Leite

 

0

24*

Este post passa-se entre as 19h00 de dia 23/11 e as 23h59 de dia 24/11. 19h00  – É Black Friday. Assim o dizem os cartazes afixados em todas as montras deste centro comercial onde tive de me vir meter depois de um dia de trabalho. Eu não quero aproveitar as promoções. Só preciso de comprar…
Ler mais »

0

Embirrações – 2.ª Parte

São muitas as minhas embirrações relacionadas com o mundo em geral (ah! ah! ah!) e com o da alergia alimentar em particular. Em Maio de 2016 comecei uma lista que urge ser actualizada. Aqui estão duas novas achegas: – Perguntarem-me se o Pedro tem que frequentar uma escola “especial” por causa da alergia alimentar. Apetece…
Ler mais »

0

No olho do furacão

Há dias em que o feed de actualizações das minhas redes sociais é composto, quase exclusivamente, por assuntos relacionados com a alergia alimentar. Sejam notícias, actualizações de blogues, de associações, de grupos de mães, etc. Com maior ou menor atenção gosto de dar uma vista de olhos em todos eles. Nas últimas semanas começaram a…
Ler mais »

0

“I see you”

Nas minhas deambulações pelas redes sociais dei com esta carta de uma americana, mãe de uma criança com várias alergias alimentares, que gostei muito de ler. Gostei tanto, que lhe enviei um e-mail a dizer isso mesmo. Caso não dominem bem o inglês, a tradução do Google Translator é bastante aceitável. Cada frase desta carta…
Ler mais »