Janeiro

No ano passado não escrevi muito aqui no blogue, não só pela desculpa do costume – a falta de tempo – mas também porque senti, claramente, que entrei numa nova fase da gestão da alergia alimentar do Pedro, sobre a qual não me apeteceu muito falar.

Acho que já tinha expressado isto: o mais fácil (e que em momentos foi tão difícil) foi mesmo até aqui. O verdadeiro desafio começa agora em que ele já tem plena noção das implicações e limitações da alergia, na sua vida.

Este mês de Janeiro, em que tudo ainda é uma promessa, é também o mês de se fazerem análises sanguíneas, para fazermos um ponto de situação em relação à alergia. Ele cada vez mais corajoso em relação às batas brancas, eu cada vez mais medrosa.

Em função dos resultados tomaremos algumas decisões, com vista à sua qualidade de vida a médio longo prazo.  Vamos ver o que o futuro (e os igEs) nos reservam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *