Até tenho amigos que são …

No último sábado tive a oportunidade de frequentar um workshop, cujos participantes estavam todos ligados, de algum modo, ao sector alimentar.

Quis o destino e a lei da atracção (fortíssima aqui para os meus lados) que acabássemos a almoçar juntos e a ter aquelas conversas de circunstância, de quem se acaba de conhecer. Fiquei ao lado de uma jovem pasteleira de uma cadeia hoteleira de cinco estrelas, que resolve quebrar o gelo com a seguinte tirada:

“Ai, e o pessoal das alergias alimentares? Chegam lá ao restaurante do hotel a dizer que são alérgicos a uma, duas, três coisas. Dá para acreditar? Não deviam era sair de casa!”

Mal refeita do que acabara de ouvir resolvi partilhar que o meu filho é alérgico às proteínas do leite de vaca e que, para além disso, sou vice-presidente da Alimenta – Associação Portuguesa de Alergias e Intolerâncias Alimentares.

O momento que se seguiu foi deveras constrangedor:

 “Pois, é uma grande responsabilidade para nós, na cozinha. Tenho colegas que não ligam nenhuma a isso, mas eu penso que, em última instância, é o nosso emprego que está em jogo! Eu por acaso também não me dou muito bem com o leite, desde pequenina…”

Foi um discurso assustador, a vários níveis. Socorri-me da diplomacia possível e expliquei que era mais do que “ser chato”, do que “colocar empregos em causa”. Era uma questão de vida ou morte. Não sei se terá surtido efeito ou não. Espero, genuinamente, que sim.

Curiosamente, esta do “por acaso também não me dou muito bem com o leite” – e aqui “leite” poderá ser substituído por ovo, trigo, soja, peixe, etc – já não é a primeira vez que a ouço. Estou em crer que, quando se fala em alergia alimentar, deverá ser o equivalente àquela expressão tão querida aos preconceituosos. “Eu? Xenófobo/homofóbico/anti-semita, etc, etc? Até tenho amigos que são… !”

armandinho-ignorancia

One thought on “Até tenho amigos que são …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *