Copinhos como Nós – Cristina Videira

O Tomás nasceu  com 34 semanas, e quando a sua família já começava a recuperar do susto da prematuridade, chegou o diagnóstico da alergia alimentar num grau muito elevado. O Tomás cresceu e fez um tratamento de dessensibilização, durante sete anos,  o qual acabou por não ser bem sucedido.

Este é um relato de resiliência e, também, de muita clareza de espírito.

recite-1c2ri5p

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *