Copinhos de leite para todos os gostos

No seguimento do meu último post – uma receita de leite de arroz e amêndoa – recebi algumas questões acerca do valor nutricional destas bebidas vegetais, muitas vezes apontadas como “água de lavar sementes/leguminosas/cereais”. Será que é mesmo assim?

A minha formação profissional está longe de me tornar apta a responder a estas questões, todavia, encontrei um artigo do blogue AllergyChef, que dá algumas indicações sobre os aspectos nutricionais básicos destas bebidas. Tomei a liberdade de traduzir algumas delas:

0005911936B-849x565

Leite de Soja – Tem menos proteínas que o leite de vaca, porém, contém metade da gordura e não tem colesterol. As opções de compra estão, muitas vezes, enriquecidas com a vitamina B12.

Leite de Aveia – Muito rico em fibra e vitamina B, pelo que, ajuda a “combater o stress”. Muito bom para cozinhar.

Leite de Arroz – Contém mais carbohidratos do que o leite animal, o que o torna mais energético.

Leite de Amêndoa – Contém diversas vitaminas e mineirais como a vitamina E e a vitamina B12. Baixo em gordura.

Leite de Quinoa – Para além de não ter gluten, possui muitos aminoácidos e ácidos gordos essenciais. Muito fácil de digerir.

Leite de Sésamo – Muito rico em lecitina, é muito energético e beneficia as faculdades intelectuais. Também é bom na prevenção da osteoporose.

Leite de Sementes de Girassol – Muito rico em vitamina E, assim como, em cálcio, potássio, magnésio e fósforo.

Leite de Alpista – O seu alto conteúdo enzimático acelera os processos digestivos. Muito indicado para pessoas com problemas do fígado e do pâncreas.

Leite de Coco – Muito diurético e com um alto conteúdo em fibra, é muito utilizado em diversas preparações culinárias.

Fonte: AllergyChef

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *